Quando o Diabo cita as Escrituras

Agora a pouco foi publicado um artigo do Ditador socialista e sanguinário, Fidel Castro, no Vermelho.org (aqui). O que me impressiona é como o apoio, por parte do governo brasileiro, a terroristas tem se tornado tão aberto e descarado. Para quem não lembra, quando concorria para a Presidência do País, Lula, ao ser questionado pelo … Continue lendo

Nada de Novo no País das Jaboticabas

As eleições municipais e o julgamento do Mensalão são tratados conforme o roteiro, de há muito posto goela abaixo de tudo e de todos. E seguem-no à risca tanto o povo quanto a grande imprensa. Por parte do povo, ambos os temas são vistos com a costumeira miopia, agravada pelo horizonte cada vez mais curto que o olhar alcança, … Continue lendo

Calem-se os “Non Gratae”

Dois temas serão aqui tratados, especificamente pertinentes ao dia de hoje, mas simultaneamente sinais fiéis desses nossos já prolongados tempos: as eleições para o DCE da USP e a proposta de revogação (a ser votada hoje) do título de “persona non grata” conferido ao Professor da Faculdade de Direito e Reitor da Universidade, João Grandino Rodas, … Continue lendo

NOTA: Vladimir Safatle na Carta Capital

Recebemos a informação de que o professor de filosofia Vladimir Safatle foi integrado ao time de “intelectuais” da Revista Carta Capital, já afamado por contar com  nomes de peso como Jean Willys e Mino Carta. Coerente, a Revista mantém, com a adição de Safatle (sobre o qual já falamos aqui) a seu quadro, por assim … Continue lendo

Era uma Aula Muito Engraçada (ou Platão, um Marxista Convicto)

Fôssemos poetas e parodiaríamos em verso, do início ao fim, a conhecida canção de criança. Por falta de talento destes autores e por falta de merecimento do objeto, todavia, segue mesmo em prosa o inacreditável jaez de uma das aulas inaugurais que tivemos a infelicidade de prestigiar, a primeira de nosso curso de Filosofia do … Continue lendo

Gregos, Romanos ou Animais?

Em “Declínio e Queda do Império Romano”, Edward Gibbon nos conta que, mesmo sob o jugo da púrpura latina, os helênicos  mantinham grande orgulho da riqueza de sua língua materna, espelho mais fiel da superioridade e do brilho de sua inteira cultura. O latim peninsular, tido pelos gregos por nada mais que o tosco idioma do oficialato, era então o sinal inconteste da … Continue lendo

O PSD de Maquiavel e do PT

Como Maquiavel, o PSD de Gilberto Kassab ventila a tese de que a boa práxis política está instrínseca e unicamente condicionada à feitura de alianças vantajosas e à criação (e adoção) de inimizades não menos profícuas – quaisquer que sejam suas colorações. De tal modo, o cheque em branco da política, restrita que seria esta … Continue lendo

Pela barbárie e pela Fé, “Dilma vai a Cuba de ‘olhos vendados e carteira aberta'”.

Algumas palavras a respeito da recente visita de D. Dilma Rousseff à Ilha de Cuba, onde Hemingway felizmente viveu antes da imposição das rédeas coletivistas, tempos outros que ainda permitiram que, dali, o maior contador de histórias do Século XX brindasse o mundo com seu talento e simplicidade. Infelizmente o assunto, aqui, não é agradável … Continue lendo

A Hipocrisia Esquerdista e a Apoteose do Partidão

Nos “Escritos Políticos”, especificamente no capítulo “A Construção do Partido Comunista”, Antônio Gramsci considerou a luta contra o capitalismo compreendida sob três facetas: (i) a luta econômica, com o desenvolvimento dos sindicatos e do controle operário sobre a produção, além da luta pela eliminação do capitalismo; (ii) a luta política, com o escopo de limitar … Continue lendo

A Questão da Cracolândia: o Povo contra o Partido

Se a porcentagem de esquerdistas (em puro estado, conscientes dos métodos, valores e consequências de seu agir) depenpendurada nas diversas esferas governamentais, universidades e sedes político-partidárias brasileiras fosse a mesma quando considerado o todo populacional da nação, seriam consequências fatais o fechamento de empresas como a Gillette do Brasil e a Satânica Hamburgueria (dispensa-se o … Continue lendo